POL√ćTICA

Lula enviará mais dinheiro à agência suspeita de ajudar o grupo terrorista Hamas

Por sou curitiba

12/02/2024 às 15:45:46 - Atualizado h√°
Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva (PT) anunciou na quinta-feira (09/02) que o Brasil aumentar√° sua contribuição para a Ag√™ncia das Nações Unidas de Assist√™ncia e Trabalho para Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA), contrariando a decisão de mais de 16 países que suspenderam o financiamento à entidade após denúncias de colaboração com o grupo terrorista Hamas.

Em discurso na Embaixada da Palestina, onde foi homenageado em um jantar, Lula defendeu a import√Ęncia da UNRWA para a população palestina e criticou os países que cortaram o financiamento.

"As recentes denúncias contra funcion√°rios da UNRWA precisam ser devidamente investigadas, mas não podem paralis√°-la", disse o petista. "O Brasil exorta a comunidade internacional a manter e reforçar suas contribuições para o bom funcionamento das suas atividades. Meu governo far√° aporte adicional de recursos para a ag√™ncia."

A decisão de Lula coloca o Brasil em oposição aos Estados Unidos, Reino Unido, Japão e outros países que suspenderam o financiamento à UNRWA após a divulgação de um relatório israelense que acusava a ag√™ncia de abrigar militantes do Hamas e permitir o uso de suas instalações para atividades terroristas.

A UNRWA, que atende mais de 5 milhões de refugiados palestinos em Gaza, na Cisjord√Ęnia, na Jord√Ęnia, na Síria e no Líbano, nega as acusações e afirma que est√° comprometida com a neutralidade e a imparcialidade.

Israel encontrou túneis do Hamas sob sede da UNRWA

No s√°bado (10/02), as Forças Armadas de Israel anunciaram a descoberta de uma rede de túneis do Hamas que passava parcialmente sob a sede da UNRWA em Gaza. Os militares israelenses chamaram a descoberta de "nova evid√™ncia da exploração da principal ag√™ncia de ajuda humanit√°ria aos palestinos pelo Hamas".

As denúncias contra a UNRWA e a descoberta dos túneis do Hamas agravaram a crise que a ag√™ncia enfrenta. A UNRWA j√° sofria com um déficit de financiamento antes das últimas denúncias, e a suspensão do financiamento por parte de v√°rios países pode levar à suspensão de serviços essenciais para os refugiados palestinos.

entreparagrafos
Fonte: Gazeta Brasil
Comunicar erro
Sou Curitiba

© 2024 - Sou Curitiba - O portal de notícias que mostra o outro lado da política. Informação na palma da mão!
Todos os direitos reservados - Proibida a cópia integral ou parcial do conteúdo sem autorização.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Sou Curitiba