POL√ćTICA

"Veto de Lula contra o fim das saidinhas foi motivado por valor cristão", diz Lewandowski

Por sou curitiba

17/04/2024 às 10:02:08 - Atualizado h√°
Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE
Nesta terça-feira (16/04), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, afirmou que o veto do presidente petista e ex-presidi√°rio Luiz In√°cio Lula da Silva, relacionado ao ponto que proíbe a "saidinha" para visitar a família em datas comemorativas, defende um "valor cristão" e da Constituição Federal.

A fala foi feita por ele durante debate na Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados.

O ministro de Lula, Lewandowski ainda ressaltou que a nova norma traz mudança significativa na Lei de Execuções Penais.

"Ele [Lula] entendeu, com apoio do parecer do Ministério da Justiça, contrariava princípios fundamentais da Constituição Federal, da dignidade humana. Ele é um católico, cristão e a família é preciosa. O presidente sancionou praticamente na íntegra, a exceção da família", disse o ministro de Lula.

"Nós estamos defendendo um valor cristão, um valor fundamental da Constituição, e daí o veto basear-se em uma inconstitucionalidade", disse Lewandowski, defendendo que Lula sancionou "praticamente na totalidade esse projeto de lei que representa a vontade da soberania popular expressa pelo Congresso Nacional".


entreparagrafos









































Fonte: Gazeta Brasil
Comunicar erro
Sou Curitiba

© 2024 - Sou Curitiba - O portal de notícias que mostra o outro lado da política. Informação na palma da mão!
Todos os direitos reservados - Proibida a cópia integral ou parcial do conteúdo sem autorização.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Sou Curitiba