POL√ćTICA

Gleisi ataca os jornais "O Globo" e "Estadão" por criticarem Lula

Por sou curitiba

16/11/2023 às 13:40:14 - Atualizado h√°
Foto: Gustavo Bezerra/PT na Câmara

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, usou seu perfil na rede social X, antigo Twitter, na quarta-feira (15/11), para fazer ataques aos jornais O Globo e Estadão, além de estender sua artilharia à imprensa brasileira.

Em um ataque de fúria contra a mídia, a deputada citou "a arrog√Ęncia dos editoriais" dos referidos jornais, declarando que "querem censurar o presidente Lula". A petista se dirigiu pejorativamente ao que chamou de "donos da nossa imprensa". Ela ainda acusou a imprensa brasileira de "sancionar a retaliação b√°rbara e desproporcional do governo Netanyahu", e após exaltar a figura de Lula, disse que "é isso que incomoda tanto os donos mesquinhos da nossa imprensa".

– É impressionante a arrog√Ęncia dos editoriais do Globo e Estadão de hoje. Querem censurar o presidente Lula, determinar as palavras que ele pode ou não pode dizer sobre o massacre da população civil em Gaza. A mesma censura que nos impõem sobre manifestações em solidariedade aos palestinos ao redor do mundo. Precisamos recorrer à mídia estrangeira para saber das marchas de centenas de milhares na Europa e até nos EUA, porque os donos da nossa imprensa não admitem que h√° dois lados nessa guerra, não apenas o que eles apoiam.

E continuou:

– Aferram-se a uma discussão bizantina, sobre o emprego da palavra terrorismo, para no fundo sancionar a retaliação b√°rbara e desproporcional do governo Netanyahu aos conden√°veis ataques do Hamas a civis de Israel.

Gleisi, que tem em seus posicionamentos a conson√Ęncia com o presidente Lula, cacique da legenda, continuou seus ataques sem parcimônia. Ela citou cada palavra atribuída a Lula ou ao seu governo nos editoriais e rebateu cada uma das expressões.

– "Primitivo" é impor a lei do mais forte numa região ocupada por meio da viol√™ncia. "Desequilíbrio" é escolher entre seres humanos os que podem ser mortos e aqueles que podem matar. "Descabido" é proibir Lula de receber um artista como Roger Waters por causa de suas posições políticas.

E finalizou enaltecendo a figura central do PT, em uma visão muito peculiar de protagonismo diplom√°tico conquistado por Lula.

– Lula elevou o Brasil a um protagonismo inédito na diplomacia internacional, até por expor corajosamente os limites do sistema unipolar em que vivemos. É isso que incomoda tanto os donos mesquinhos da nossa imprensa.





entreparagrafos






Fonte: pleno.news
Comunicar erro
Sou Curitiba

© 2023 - Sou Curitiba - Informação na palma da mão!
Todos os direitos reservados - Proibida a cópia integral ou parcial do conteúdo sem autorização.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Sou Curitiba