POL√ćTICA

PF diz que errou em relatório e afirma que suposto desvio de Bolsonaro em joias foi de R$ 6,8 milhões, não de R$ 25 milhões

Por sou curitiba

08/07/2024 às 18:00:44 - Atualizado h√°
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na tarde desta segunda-feira (08/07), a Pol√≠cia Federal (PF) admitiu que errou e retificou a conclusão do relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) que fundamenta o indiciamento do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e de mais 11 pessoas na investigação sobre a venda de joias sauditas recebidas de presente pelo governo brasileiro.

A conclusão do relatório, assinado pelo delegado F√°bio Alvarez Shor, afirmava que houve desvio ou tentativa de desvio de joias e presentes no valor de R$ 25 milhões (US$ 4.550.015,06).

Porém, na tarde desta segunda-feira, a Pol√≠cia Federal anunciou que houve um erro material nesse trecho do documento e que o valor total, na verdade, é de R$ 6,8 milhões (US$ 1.227.725,12). A quantia correta é mencionada em outros trechos.

Bolsonaro foi indiciado pela PF sob suspeita dos crimes de associação criminosa (com previsão de pena de reclusão de 1 a 3 anos), lavagem de dinheiro (3 a 10 anos) e peculato/apropriação de bem p√ļblico (2 a 12 anos).

Nesta segunda, Alexandre de Moraes levantou o sigilo do caso. Em sua decisão, Moraes determinou que os advogados regularmente constitu√≠dos tenham acesso integral ao processo e abriu prazo de 15 dias para a Procuradoria-Geral da Rep√ļblica (PGR) analisar o caso, conforme previsto no Código de Processo Penal.

A PGR est√° agora avaliando se ir√° apresentar uma den√ļncia contra o ex-presidente. Caso isso ocorra, caber√° à Justiça decidir se ele ser√° formalmente acusado.


entreparagrafos













































Fonte: Gazeta Brasil
Comunicar erro
Sou Curitiba

© 2024 - Sou Curitiba - O portal de notícias que mostra o outro lado da política. Informação na palma da mão!
Todos os direitos reservados - Proibida a cópia integral ou parcial do conteúdo sem autorização.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Sou Curitiba